Receitas mais recentes

Guia de um amante de carboidratos para ficar sem glúten

Guia de um amante de carboidratos para ficar sem glúten

Ficar sem glúten não significa perder suas comidas favoritas

Ficar sem glúten não significa perder seus alimentos favoritos. Compilamos uma lista de trocas fáceis para tornar a eliminação do glúten perfeita.

Para os amantes de carboidratos, as pequenas alegrias da vida incluem panquecas de domingo de manhã, tigelas quentes de espaguete à carbonara e sanduíches de trinta centímetros. A pizza é seu próprio grupo alimentar e a cesta de pão é a melhor parte de qualquer refeição. Infelizmente, esse não é o caso dos 13 milhões de americanos que têm doença celíaca.

Clique aqui para ver a apresentação de slides do Guia do amante de carboidratos para uma apresentação sem glúten.

A doença celíaca é uma doença auto-imune em que a ingestão de glúten, a proteína encontrada no trigo, desencadeia uma resposta imunológica que ataca o intestino delgado. Estima-se que outros 18 milhões de americanos tenham intolerância ou sensibilidade ao glúten, o que significa que não têm doença celíaca, mas também têm dificuldade para digerir o glúten.

Obviamente, a maneira mais simples de conter os sintomas de intolerância ao glúten é parar de comer produtos derivados do trigo. Mas é mais fácil falar do que fazer quando você considera quantos alimentos básicos contêm glúten. Felizmente, com tantos americanos eliminando o glúten, a indústria de alimentos respondeu com vários substitutos sem glúten. Com o advento de pães, massas, bolos e biscoitos sem glúten, os amantes de carboidratos com sensibilidade também podem obter sua dose.

Ficar sem glúten não significa perder seus alimentos favoritos. As seguintes trocas facilitarão a eliminação do glúten de sua dieta. Apenas certifique-se de ler os rótulos antes de comprar um produto para garantir que ele seja 100% sem glúten.


15 minutos com a apresentadora Loving Gluten Free, Helen Tzouganatos

Sempre fui um apaixonado por comida e cozinheira caseira, então, quando meu médico me aconselhou a cortar o glúten, 12 anos atrás, fiquei arrasado. Não havia muito disponível no mercado quando se tratava de produtos sem glúten e o que estava disponível tinha um gosto horrível. Eu dirigia 12 km para comprar um pão na loja de alimentos naturais que era pesado como um tijolo - então comecei a assar meu próprio pão em casa porque tudo no mercado não era comestível e precisava ser recuperado pela torradeira.

Eu dirigia 12 km por um pedaço de pão da loja de alimentos naturais que era pesado como um tijolo - então comecei a assar meu próprio pão em casa

Avance uma década e é uma história completamente diferente, o mercado sem glúten explodiu à medida que mais pessoas estão descobrindo que não podem tolerar o glúten ou apenas optando por eliminá-lo como parte de um plano de alimentação mais saudável.

Minha comida é simplesmente comida linda feita do zero. Você não teria ideia de que minha rica lasanha, pão inflável ou bolos úmidos não contêm glúten.

Diferentes farinhas sem glúten podem fornecer resultados variados. É melhor verificar o pacote ou o site da marca para obter sugestões sobre as proporções ao substituir a farinha de trigo por alternativas sem glúten.

Quais são algumas de suas receitas favoritas do novo programa, Loving Gluten Free?

Eu adoro carboidratos, então terei que dizer espaguete com almôndegas de carne de porco e vitela, panquecas de mirtilo e trigo sarraceno e biscoitos de chocolate triplos. Também temos ótimas receitas magras e limpas, como minha truta defumada e salada de repolho asiática, e couve e ervilha socca com molho de iogurte tahini. O show tem uma mistura de jantares nutritivos no meio da semana e guloseimas indulgentes e muitas opções para pessoas que são paleo, veganas ou sem laticínios.

Para mim, é tudo uma questão de equilíbrio, geralmente sigo a regra 80/20 quando se trata de comer. Eu como bastante limpo durante a semana e sou mais indulgente nos fins de semana. É quando saem as assadeiras e o chocolate para cozinhar!

Helen Tzouganatos e o convidado Daniel Wilson cozinhando no Loving Gluten Free.

O que'é o seu melhor hack de comida para celíacos?

Meu melhor truque para comida celíaca é batata ralada finamente com a umidade extraída. A batata pode ser usada como substituto do pão ralado em almôndegas, tornando-as incrivelmente fofas, provavelmente mais fofas do que uma receita normal com pão ralado.

Meu melhor truque para comida celíaca é batata ralada finamente com a umidade extraída.

O que'é um ingrediente que você podenão moro sem na cozinha?

Quinoa. É tão versátil em uma cozinha sem glúten. Eu uso flocos de quinua para esmigalhar frango e peixe e eles também ficam ótimos no mingau porque cozinham em uma fração do tempo da quinua normal, perfeitos para manhãs agitadas. Eu tenho uma receita linda de quinua e mingau de chia de 3 minutos que estou fazendo no programa, é realmente saudável e deliciosa.

Também adoro sementes regulares de quinoa em saladas e tagines. A quinua é muito mais nutritiva do que o cuscuz (que contém glúten), então use-a em seus tagines ou como um substituto para arroz e macarrão se estiver procurando uma alternativa rica em nutrientes.

Você poderia nos contar sua comida favorita de todos os tempos?

Eu sou grego, então não posso passar de um pastitsio de cordeiro assado em um dia frio de inverno. Fiz isso no programa e ganhei pontos importantes com a equipe naquele dia - desapareceu rapidamente. Nunca foi um dia realmente difícil no escritório durante as filmagens.

O pastitsio de cordeiro grego é a comida favorita de Helen.

Se você tivesse que escolher entre chocolate e queijo, qual escolheria e por quê?

Eu amo os dois, mas eu teria que dizer chocolate, é o meu vício número um. Eu sou um chocólatra sério. Na minha vida corporativa anterior, trabalhei na Nestlé e adorava comer Kit Kat quente da linha de produção, isso foi antes de eu descobrir que era celíaco, é claro. Raramente bebo, mas certamente compenso com gordura de cacau e feijão!

Se você tivesse que comer a culinária de um país pelo resto da vida, qual seria?

Isso é como me pedir para escolher meu filho favorito, não totalmente justo. Estou obcecado por grego, italiano, chinês, vietnamita, mexicano e libanês, mas se eu tivesse que escolher um, teria que dizer grego porque é muito novo e variado. Existem belos pratos vegetarianos limpos com lentilhas como falsificações e pratos de carne de dar água na boca como ombro de cordeiro cozido lentamente com batatas ao limão. A comida grega atende bem a todos, desde carnívoros radicais a veganos.

O azeite de oliva extra-virgem é a base da culinária grega e eu simplesmente adoro o seu sabor e os benefícios para a saúde. Nunca fui de cozinhar com muita manteiga e creme, simplesmente não é o jeito grego. Quando estou com pressa, faço uma salada grega simples para o almoço com um fiozinho de um lindo azeite de oliva extra-virgem enviado por meus parentes na Grécia e estou mais do que satisfeito.

O que'é a melhor dica de culinária para vocêjá recebeu?

Tempere generosamente e na altura certa. Se você adicionar sal muito tarde no processo de cozimento, você nunca irá maximizar o sabor de seus pratos, então não se esqueça de temperar a água do macarrão cedo, é sua única chance de acertar!

Veja Helen Tzouganatos preparando exuberantes refeições sem glúten na nova primeira série de Loving Gluten Free às 20h30 às quintas-feiras de 17 de outubro a 19 de dezembro no SBS Food (canal 33) e, mais tarde, no SBS On Demand.


15 minutos com a apresentadora Loving Gluten Free, Helen Tzouganatos

Sempre fui um apaixonado por comida e cozinheira caseira, então, quando meu médico me aconselhou a cortar o glúten, 12 anos atrás, fiquei arrasado. Não havia muito disponível no mercado quando se tratava de produtos sem glúten e o que estava disponível tinha um gosto horrível. Eu dirigia 12 km para comprar um pão na loja de alimentos naturais que era pesado como um tijolo - então comecei a assar meu próprio pão em casa porque tudo no mercado era intragável e precisava ser recuperado pela torradeira.

Eu dirigia 12 km por um pedaço de pão da loja de alimentos naturais que era pesado como um tijolo - então comecei a assar meu próprio pão em casa

Avance uma década e é uma história completamente diferente, o mercado sem glúten explodiu à medida que mais pessoas estão descobrindo que não podem tolerar o glúten ou apenas optando por eliminá-lo como parte de um plano de alimentação mais saudável.

Minha comida é simplesmente linda, feita do zero. Você não teria ideia de que minha rica lasanha, pão inflável ou bolos úmidos não contêm glúten.

Diferentes farinhas sem glúten podem fornecer resultados variados. É melhor verificar o pacote ou o site da marca para obter sugestões sobre as proporções ao substituir a farinha de trigo por alternativas sem glúten.

Quais são algumas de suas receitas favoritas do novo programa, Loving Gluten Free?

Eu adoro carboidratos, então terei que dizer espaguete com almôndegas de carne de porco e vitela, panquecas de mirtilo e trigo sarraceno e biscoitos de chocolate triplos. Também temos ótimas receitas magras e limpas, como minha truta defumada e salada de repolho asiática, e couve e ervilha socca com molho de iogurte tahini. O show tem uma mistura de jantares nutritivos no meio da semana e guloseimas indulgentes e muitas opções para pessoas que são paleo, veganas ou sem laticínios.

Para mim, é tudo uma questão de equilíbrio, geralmente sigo a regra 80/20 quando se trata de comer. Eu como bastante limpo durante a semana e sou mais indulgente nos fins de semana. É quando saem as assadeiras e o chocolate para cozinhar!

Helen Tzouganatos e o convidado Daniel Wilson cozinhando no Loving Gluten Free.

O que'é o seu melhor hack de comida para celíacos?

Meu melhor truque para comida celíaca é batata ralada finamente com a umidade extraída. A batata pode ser usada como substituto do pão ralado em almôndegas, tornando-as incrivelmente fofas, provavelmente mais fofas do que uma receita normal com pão ralado.

Meu melhor truque para comida celíaca é batata ralada finamente com a umidade extraída.

O que'é um ingrediente que você podenão moro sem na cozinha?

Quinoa. É tão versátil em uma cozinha sem glúten. Eu uso flocos de quinua para esmigalhar frango e peixe e eles também ficam ótimos no mingau porque cozinham em uma fração do tempo da quinua normal, perfeitos para manhãs agitadas. Eu tenho uma receita linda de quinua e mingau de chia de 3 minutos que estou fazendo no programa, é realmente saudável e deliciosa.

Também adoro sementes regulares de quinoa em saladas e tagines. A quinoa é muito mais nutritiva do que o cuscuz (que contém glúten), portanto, use-a em seus tagines ou como um substituto para arroz e macarrão se estiver procurando uma alternativa rica em nutrientes.

Você poderia nos contar sua comida favorita de todos os tempos?

Eu sou grego, então não posso passar de um pastitsio de cordeiro assado em um dia frio de inverno. Fiz isso no programa e ganhei pontos importantes com a equipe naquele dia - desapareceu rapidamente. Nunca foi um dia realmente difícil no escritório durante as filmagens.

O pastitsio de cordeiro grego é a comida favorita de Helen.

Se você tivesse que escolher entre chocolate e queijo, qual escolheria e por quê?

Eu amo os dois, mas eu teria que dizer chocolate, é o meu vício número um. Eu sou um chocólatra sério. Na minha vida corporativa anterior, trabalhei na Nestlé e adorava comer Kit Kat quente da linha de produção, isso foi antes de eu descobrir que era celíaco, é claro. Raramente bebo, mas certamente compenso com gordura de cacau e feijão!

Se você tivesse que comer a culinária de um país pelo resto da vida, qual seria?

Isso é como me pedir para escolher meu filho favorito, não totalmente justo. Sou obcecado por grego, italiano, chinês, vietnamita, mexicano e libanês, mas se eu tivesse que escolher um, teria que dizer grego porque é muito novo e variado. Existem belos pratos vegetarianos limpos com lentilhas como falsificações e pratos de carne de dar água na boca como ombro de cordeiro cozido lentamente com batatas ao limão. A comida grega atende bem a todos, desde carnívoros radicais a veganos.

O azeite de oliva extra-virgem é a base da culinária grega e eu simplesmente adoro seu sabor e seus benefícios para a saúde. Nunca fui de cozinhar com muita manteiga e creme, simplesmente não é o jeito grego. Quando estou com pressa, faço uma salada grega simples para o almoço com um fiozinho de um lindo azeite de oliva extra-virgem enviado por meus parentes na Grécia e fico mais do que satisfeito.

O que'é a melhor dica de culinária para vocêjá recebeu?

Tempere generosamente e na altura certa. Se você adicionar sal tarde demais no processo de cozimento, você nunca maximizará o sabor de seus pratos, então não se esqueça de temperar a água do macarrão cedo, é sua única chance de acertar!

Veja Helen Tzouganatos preparando exuberantes refeições sem glúten na nova primeira série de Loving Gluten Free às 20h30 às quintas-feiras de 17 de outubro a 19 de dezembro no SBS Food (canal 33) e, mais tarde, no SBS On Demand.


15 minutos com a apresentadora Loving Gluten Free, Helen Tzouganatos

Sempre fui um apaixonado por comida e cozinheira caseira, então, quando meu médico me aconselhou a cortar o glúten, 12 anos atrás, fiquei arrasado. Não havia muito disponível no mercado quando se tratava de produtos sem glúten e o que estava disponível tinha um gosto horrível. Eu dirigia 12 km para comprar um pão na loja de alimentos naturais que era pesado como um tijolo - então comecei a assar meu próprio pão em casa porque tudo no mercado era intragável e precisava ser recuperado pela torradeira.

Eu dirigia 12 km por um pedaço de pão da loja de alimentos naturais que era pesado como um tijolo - então comecei a assar meu próprio pão em casa

Avance uma década e é uma história completamente diferente, o mercado sem glúten explodiu à medida que mais pessoas estão descobrindo que não podem tolerar o glúten ou apenas optando por eliminá-lo como parte de um plano de alimentação mais saudável.

Minha comida é simplesmente linda, feita do zero. Você não teria ideia de que minha rica lasanha, pão inflável ou bolos úmidos não contêm glúten.

Diferentes farinhas sem glúten podem fornecer resultados variados. É melhor verificar o pacote ou o site da marca para obter sugestões sobre as proporções ao substituir a farinha de trigo por alternativas sem glúten.

Quais são algumas de suas receitas favoritas do novo programa, Loving Gluten Free?

Eu adoro carboidratos, então terei que dizer espaguete com almôndegas de carne de porco e vitela, panquecas de mirtilo e trigo sarraceno e biscoitos de chocolate triplos. Também temos ótimas receitas magras e limpas, como minha truta defumada e salada de repolho asiática, e couve e ervilha socca com molho de iogurte tahini. O show tem uma mistura de jantares nutritivos no meio da semana e guloseimas indulgentes e muitas opções para pessoas que são paleo, veganas ou sem laticínios.

Para mim, é tudo uma questão de equilíbrio, geralmente sigo a regra 80/20 quando se trata de comer. Eu como bastante limpo durante a semana e sou mais indulgente nos fins de semana. É quando saem as assadeiras e o chocolate para cozinhar!

Helen Tzouganatos e o convidado Daniel Wilson cozinhando no Loving Gluten Free.

O que'é o seu melhor hack de comida para celíacos?

Meu melhor truque de comida para celíacos é batata ralada finamente com a umidade extraída. A batata pode ser usada como substituto do pão ralado em almôndegas, tornando-as incrivelmente fofas, provavelmente mais fofas do que uma receita normal com pão ralado.

Meu melhor truque para comida celíaca é batata ralada finamente com a umidade extraída.

O que'é um ingrediente que você podenão moro sem na cozinha?

Quinoa. É tão versátil em uma cozinha sem glúten. Eu uso flocos de quinua para esmigalhar frango e peixe e eles também ficam ótimos no mingau porque cozinham em uma fração do tempo da quinua normal, perfeitos para manhãs agitadas. Eu tenho uma receita linda de quinua e mingau de chia de 3 minutos que estou fazendo no programa, é realmente saudável e deliciosa.

Também adoro sementes regulares de quinoa em saladas e tagines. A quinoa é muito mais nutritiva do que o cuscuz (que contém glúten), portanto, use-a em seus tagines ou como um substituto para arroz e macarrão se estiver procurando uma alternativa rica em nutrientes.

Você poderia nos contar sua comida favorita de todos os tempos?

Eu sou grego, então não posso passar de um pastitsio de cordeiro assado em um dia frio de inverno. Fiz isso no programa e ganhei pontos importantes com a equipe naquele dia - desapareceu rapidamente. Nunca foi um dia realmente difícil no escritório durante as filmagens.

O pastitsio de cordeiro grego é a comida favorita de Helen.

Se você tivesse que escolher entre chocolate e queijo, qual escolheria e por quê?

Eu amo os dois, mas eu teria que dizer chocolate, é o meu vício número um. Eu sou um chocólatra sério. Na minha vida corporativa anterior, trabalhei na Nestlé e adorava comer Kit Kat quente da linha de produção, isso foi antes de eu descobrir que era celíaco, é claro. Raramente bebo, mas certamente compenso com gordura de cacau e feijão!

Se você tivesse que comer a culinária de um país pelo resto da vida, qual seria?

Isso é como me pedir para escolher meu filho favorito, não totalmente justo. Sou obcecado por grego, italiano, chinês, vietnamita, mexicano e libanês, mas se eu tivesse que escolher um, teria que dizer grego porque é muito novo e variado. Existem belos pratos vegetarianos limpos com lentilhas como falsificações e pratos de carne de dar água na boca como ombro de cordeiro cozido lentamente com batatas ao limão. A comida grega atende bem a todos, desde carnívoros radicais a veganos.

O azeite de oliva extra-virgem é a base da culinária grega e eu simplesmente adoro o seu sabor e os benefícios para a saúde. Nunca fui de cozinhar com muita manteiga e creme, simplesmente não é o jeito grego. Quando estou com pressa, faço uma salada grega simples para o almoço com um fiozinho de um lindo azeite de oliva extra-virgem enviado por meus parentes na Grécia e fico mais do que satisfeito.

O que'é a melhor dica de culinária para vocêjá recebeu?

Tempere generosamente e na altura certa. Se você adicionar sal tarde demais no processo de cozimento, você nunca maximizará o sabor de seus pratos, então não se esqueça de temperar a água do macarrão cedo, é sua única chance de acertar!

Veja Helen Tzouganatos preparando exuberantes refeições sem glúten na nova primeira série de Loving Gluten Free às 20h30 às quintas-feiras de 17 de outubro a 19 de dezembro no SBS Food (canal 33) e, mais tarde, no SBS On Demand.


15 minutos com a apresentadora Loving Gluten Free, Helen Tzouganatos

Sempre fui um apaixonado por comida e cozinheira caseira, então, quando meu médico me aconselhou a cortar o glúten, 12 anos atrás, fiquei arrasado. Não havia muito disponível no mercado quando se tratava de produtos sem glúten e o que estava disponível tinha um gosto horrível. Eu dirigia 12 km para comprar um pão na loja de alimentos naturais que era pesado como um tijolo - então comecei a assar meu próprio pão em casa porque tudo no mercado era intragável e precisava ser recuperado pela torradeira.

Eu dirigia 12 km por um pedaço de pão da loja de alimentos naturais que era pesado como um tijolo - então comecei a assar meu próprio pão em casa

Avance uma década e é uma história completamente diferente, o mercado sem glúten explodiu à medida que mais pessoas estão descobrindo que não podem tolerar o glúten ou apenas optando por eliminá-lo como parte de um plano de alimentação mais saudável.

Minha comida é simplesmente comida linda feita do zero. Você não teria ideia de que minha rica lasanha, pão inflável ou bolos úmidos não contêm glúten.

Diferentes farinhas sem glúten podem fornecer resultados variados. É melhor verificar o pacote ou o site da marca para obter sugestões sobre as proporções ao substituir a farinha de trigo por alternativas sem glúten.

Quais são algumas de suas receitas favoritas do novo programa, Loving Gluten Free?

Eu adoro carboidratos, então terei que dizer espaguete com almôndegas de carne de porco e vitela, panquecas de mirtilo e trigo sarraceno e biscoitos de chocolate triplos. Também temos ótimas receitas magras e limpas, como minha truta defumada e salada de repolho asiática, e couve e ervilha socca com molho de iogurte tahini. O show tem uma mistura de jantares nutritivos no meio da semana e guloseimas indulgentes e muitas opções para pessoas que são paleo, veganas ou sem laticínios.

Para mim, é tudo uma questão de equilíbrio, geralmente sigo a regra 80/20 quando se trata de comer. Eu como bastante limpo durante a semana e sou mais indulgente nos fins de semana. É quando saem as assadeiras e o chocolate para cozinhar!

Helen Tzouganatos e o convidado Daniel Wilson cozinhando no Loving Gluten Free.

O que'é o seu melhor hack de comida para celíacos?

Meu melhor truque de comida para celíacos é batata ralada finamente com a umidade extraída. A batata pode ser usada como substituto do pão ralado em almôndegas, tornando-as incrivelmente fofas, provavelmente mais fofas do que uma receita normal com pão ralado.

Meu melhor truque para comida celíaca é batata ralada finamente com a umidade extraída.

O que'é um ingrediente que você podenão moro sem na cozinha?

Quinoa. É tão versátil em uma cozinha sem glúten. Eu uso flocos de quinua para esmigalhar frango e peixe e eles também ficam ótimos no mingau porque cozinham em uma fração do tempo da quinua normal, perfeitos para manhãs agitadas. Eu tenho uma receita linda de quinua e mingau de chia de 3 minutos que estou fazendo no programa, é realmente saudável e deliciosa.

Também adoro sementes regulares de quinoa em saladas e tagines. A quinoa é muito mais nutritiva do que o cuscuz (que contém glúten), portanto, use-a em seus tagines ou como um substituto para arroz e macarrão se estiver procurando uma alternativa rica em nutrientes.

Você poderia nos contar sua comida favorita de todos os tempos?

Eu sou grego, então não posso passar de um pastitsio de cordeiro assado em um dia frio de inverno. Fiz isso no programa e ganhei pontos importantes com a equipe naquele dia - desapareceu rapidamente. Nunca foi um dia difícil no escritório durante as filmagens.

O pastitsio de cordeiro grego é a comida favorita de Helen.

Se você tivesse que escolher entre chocolate e queijo, qual escolheria e por quê?

Eu amo os dois, mas eu teria que dizer chocolate, é o meu vício número um. Eu sou um chocólatra sério. Na minha vida corporativa anterior, trabalhei na Nestlé e adorava comer Kit Kat quente da linha de produção, isso foi antes de eu descobrir que era celíaco, é claro. Raramente bebo, mas certamente compenso com gordura de cacau e feijão!

Se você tivesse que comer a culinária de um país pelo resto da vida, qual seria?

Isso é como me pedir para escolher meu filho favorito, não totalmente justo. Estou obcecado por grego, italiano, chinês, vietnamita, mexicano e libanês, mas se eu tivesse que escolher um, teria que dizer grego porque é muito novo e variado. Existem belos pratos vegetarianos limpos com lentilhas como falsificações e pratos de carne de dar água na boca como ombro de cordeiro cozido lentamente com batatas ao limão. A comida grega atende bem a todos, desde carnívoros radicais a veganos.

O azeite de oliva extra-virgem é a base da culinária grega e eu simplesmente adoro seu sabor e seus benefícios para a saúde. Nunca fui de cozinhar com muita manteiga e creme, simplesmente não é o jeito grego. Quando estou com pressa, faço uma salada grega simples para o almoço com um fiozinho de um lindo azeite de oliva extra-virgem enviado por meus parentes na Grécia e fico mais do que satisfeito.

O que'é a melhor dica de culinária para vocêjá recebeu?

Tempere generosamente e na altura certa. Se você adicionar sal tarde demais no processo de cozimento, você nunca maximizará o sabor de seus pratos, então não se esqueça de temperar a água do macarrão cedo, é sua única chance de acertar!

Veja Helen Tzouganatos preparando exuberantes refeições sem glúten na nova primeira série de Loving Gluten Free às 20h30 às quintas-feiras de 17 de outubro a 19 de dezembro no SBS Food (canal 33) e, mais tarde, no SBS On Demand.


15 minutos com a apresentadora Loving Gluten Free, Helen Tzouganatos

Sempre fui um apaixonado por comida e cozinheira caseira, então, quando meu médico me aconselhou a cortar o glúten, 12 anos atrás, fiquei arrasado. Não havia muito disponível no mercado quando se tratava de sem glúten e o que estava disponível tinha um gosto horrível. Eu dirigia 12 km para comprar um pão na loja de alimentos naturais que era pesado como um tijolo - então comecei a assar meu próprio pão em casa porque tudo no mercado não era comestível e precisava ser recuperado pela torradeira.

Eu dirigia 12 km por um pedaço de pão da loja de alimentos naturais que era pesado como um tijolo - então comecei a assar meu próprio pão em casa

Avance uma década e é uma história completamente diferente, o mercado sem glúten explodiu à medida que mais pessoas estão descobrindo que não podem tolerar o glúten ou apenas optando por eliminá-lo como parte de um plano de alimentação mais saudável.

Minha comida é simplesmente comida linda feita do zero. Você não teria ideia de que minha rica lasanha, pão saltitante ou bolos úmidos não contêm glúten.

Diferentes farinhas sem glúten podem fornecer resultados variados. É melhor verificar o pacote ou o site da marca para obter sugestões sobre as proporções ao substituir a farinha de trigo por alternativas sem glúten.

Quais são algumas de suas receitas favoritas do novo programa, Loving Gluten Free?

Eu adoro carboidratos, então terei que dizer espaguete com almôndegas de carne de porco e vitela, panquecas de mirtilo e trigo sarraceno e biscoitos de chocolate triplos. Também temos ótimas receitas magras e limpas, como minha truta defumada e salada de repolho asiática, e couve e ervilha socca com molho de iogurte tahini. O show tem uma mistura de jantares nutritivos no meio da semana e guloseimas indulgentes e muitas opções para pessoas que são paleo, veganas ou sem laticínios.

Para mim, é tudo uma questão de equilíbrio, geralmente sigo a regra 80/20 quando se trata de comer. Eu como bastante limpo durante a semana e sou mais indulgente nos fins de semana. É quando saem as assadeiras e o chocolate para cozinhar!

Helen Tzouganatos e o convidado Daniel Wilson cozinhando no Loving Gluten Free.

O que'é o seu melhor hack de comida para celíacos?

Meu melhor truque para comida celíaca é batata ralada finamente com a umidade extraída. A batata pode ser usada como substituto do pão ralado em almôndegas, tornando-as incrivelmente fofas, provavelmente mais fofas do que uma receita normal com pão ralado.

Meu melhor truque para comida celíaca é batata ralada finamente com a umidade extraída.

O que'é um ingrediente que você podenão moro sem na cozinha?

Quinoa. É tão versátil em uma cozinha sem glúten. Eu uso flocos de quinua para esmigalhar frango e peixe e eles também ficam ótimos no mingau porque cozinham em uma fração do tempo da quinua normal, perfeitos para manhãs agitadas. Eu tenho uma receita linda de quinua e mingau de chia de 3 minutos que estou fazendo no programa, é realmente saudável e deliciosa.

Também adoro sementes regulares de quinoa em saladas e tagines. A quinoa é muito mais nutritiva do que o cuscuz (que contém glúten), portanto, use-a em seus tagines ou como um substituto para arroz e macarrão se estiver procurando uma alternativa rica em nutrientes.

Você poderia nos contar sua comida favorita de todos os tempos?

Eu sou grego, então não posso passar de um pastitsio de cordeiro assado em um dia frio de inverno. Fiz isso no programa e ganhei pontos importantes com a equipe naquele dia - desapareceu rapidamente. Nunca foi um dia difícil no escritório durante as filmagens.

O pastitsio de cordeiro grego é a comida favorita de Helen.

Se você tivesse que escolher entre chocolate e queijo, qual escolheria e por quê?

Eu amo os dois, mas eu teria que dizer chocolate, é o meu vício número um. Eu sou um chocólatra sério. Na minha vida corporativa anterior, trabalhei na Nestlé e adorava comer Kit Kat quente da linha de produção, isso foi antes de eu descobrir que era celíaco, é claro. Raramente bebo, mas certamente compenso com gordura de cacau e feijão!

Se você tivesse que comer a culinária de um país pelo resto da vida, qual seria?

Isso é como me pedir para escolher meu filho favorito, não totalmente justo. Sou obcecado por grego, italiano, chinês, vietnamita, mexicano e libanês, mas se eu tivesse que escolher um, teria que dizer grego porque é muito novo e variado. Existem belos pratos vegetarianos limpos com lentilhas como falsificações e pratos de carne de dar água na boca como ombro de cordeiro cozido lentamente com batatas ao limão. A comida grega atende bem a todos, desde carnívoros radicais a veganos.

O azeite de oliva extra-virgem é a base da culinária grega e eu simplesmente adoro seu sabor e seus benefícios para a saúde. Nunca fui de cozinhar com muita manteiga e creme, simplesmente não é o jeito grego. Quando estou com pressa, faço uma salada grega simples para o almoço com um fiozinho de um lindo azeite de oliva extra-virgem enviado por meus parentes na Grécia e fico mais do que satisfeito.

O que'é a melhor dica de culinária para vocêjá recebeu?

Tempere generosamente e na altura certa. Se você adicionar sal muito tarde no processo de cozimento, você nunca irá maximizar o sabor de seus pratos, então não se esqueça de temperar a água do macarrão cedo, é sua única chance de acertar!

Veja Helen Tzouganatos preparando exuberantes refeições sem glúten na nova primeira série de Loving Gluten Free às 20h30 às quintas-feiras de 17 de outubro a 19 de dezembro no SBS Food (canal 33) e, mais tarde, no SBS On Demand.


15 minutos com a apresentadora Loving Gluten Free, Helen Tzouganatos

Sempre fui um apaixonado por comida e cozinheira caseira, então, quando meu médico me aconselhou a cortar o glúten, 12 anos atrás, fiquei arrasado. Não havia muito disponível no mercado quando se tratava de produtos sem glúten e o que estava disponível tinha um gosto horrível. Eu dirigia 12 km para comprar um pão na loja de alimentos naturais que era pesado como um tijolo - então comecei a assar meu próprio pão em casa porque tudo no mercado era intragável e precisava ser recuperado pela torradeira.

Eu dirigia 12 km por um pão da loja de alimentos naturais que era pesado como um tijolo - então comecei a assar meu próprio pão em casa

Avance uma década e é uma história completamente diferente, o mercado sem glúten explodiu à medida que mais pessoas estão descobrindo que não podem tolerar o glúten ou apenas optando por eliminá-lo como parte de um plano de alimentação mais saudável.

Minha comida é simplesmente comida linda feita do zero. Você não teria ideia de que minha rica lasanha, pão inflável ou bolos úmidos não contêm glúten.

Diferentes farinhas sem glúten podem fornecer resultados variados. É melhor verificar o pacote ou o site da marca para obter sugestões sobre as proporções ao substituir a farinha de trigo por alternativas sem glúten.

Quais são algumas de suas receitas favoritas do novo programa, Loving Gluten Free?

Eu adoro carboidratos, então terei que dizer espaguete com almôndegas de carne de porco e vitela, panquecas de mirtilo e trigo sarraceno e biscoitos de chocolate triplos. Também temos ótimas receitas magras e limpas, como minha truta defumada e salada de repolho asiática, e couve e ervilha socca com molho de iogurte tahini. O show tem uma mistura de jantares nutritivos no meio da semana e guloseimas indulgentes e muitas opções para pessoas que são paleo, veganas ou sem laticínios.

Para mim, é tudo uma questão de equilíbrio, geralmente sigo a regra 80/20 quando se trata de comer. Eu como bastante limpo durante a semana e sou mais indulgente nos fins de semana. É quando saem as assadeiras e o chocolate para cozinhar!

Helen Tzouganatos e o convidado Daniel Wilson cozinhando no Loving Gluten Free.

O que'é o seu melhor hack de comida para celíacos?

Meu melhor truque para comida celíaca é batata ralada finamente com a umidade extraída. A batata pode ser usada como substituto do pão ralado em almôndegas, tornando-as incrivelmente fofas, provavelmente mais fofas do que uma receita normal com pão ralado.

Meu melhor truque para comida celíaca é batata ralada finamente com a umidade extraída.

O que'é um ingrediente que você podenão moro sem na cozinha?

Quinoa. É tão versátil em uma cozinha sem glúten. I use quinoa flakes for crumbing chicken and fish and they are also great in porridge because they cook in a fraction of the time of regular quinoa, perfect for busy mornings. I have a beautiful 3-minute quinoa and chia porridge recipe which I’m making on the show, its really healthy and delicious.

I also love regular quinoa seeds in salads and tagines. Quinoa is much more nutritious than cous cous (which contains gluten) so use it in your tagines or as a replacement for rice and pasta if you are looking for a nutrient-dense alternative.

Could you tell us your favourite food of all time?

I’m Greek so I can’t go past a hearty baked lamb pastitsio on a cold winter day. I made this on the show and I scored major brownie points with the crew that day - it quickly vanished. It was never really a tough day in the office during filming.

Greek lamb pastitsio is Helen's favourite food.

If you had to choose between chocolate and cheese, which would you pick and why?

I love both but I would have to say chocolate, it is my number one vice. I’m a serious chocoholic. In my past corporate life I worked at Nestle and I loved eating warm Kit Kat’s off the production line, this was before I discovered I was a coeliac of course. I rarely drink but I certainly make up for it in cocoa fat and beans!

If you had to eat the cuisine of one country for the rest of your life, what would it be?

That’s like asking me to pick my favourite kid, not entirely fair. I’m obsessed with Greek, Italian, Chinese, Vietnamese, Mexican and Lebanese but if I had to pick one I would have to say Greek because it is so fresh and varied. There are beautiful clean vegetarian dishes featuring lentils like fakes and mouthwatering meat dishes like slow-cooked lamb shoulder with lemon potatoes. Greek food caters well to everyone from hardcore carnivores to vegans.

Extra-virgin olive oil is the foundation of Greek cooking and I just love it’s taste and health benefits. I’ve never been one to cook with lots of butter and cream, it is just not the Greek way. When I’m rushed I make a simple Greek salad for lunch with a drizzle of beautiful extra-virgin olive oil sent from my relatives in Greece and I’m more than satisfied.

What’s the best cooking tip you’ve ever received?

Season generously and at the correct stage. If you add salt too late in the cooking process you will never maximise flavour in your dishes so don’t forget to season that pasta water early, it’s your only chance to get it right!

Catch Helen Tzouganatos whipping up lush gluten-free meals in the brand new first series of Loving Gluten Free at 8:30pm Thursdays from 17 October to 19 December on SBS Food (channel 33), and later on SBS On Demand.


15 minutes with Loving Gluten Free host, Helen Tzouganatos

I’ve always been a passionate foodie and home cook so when I was advised to cut out gluten 12 years ago by my doctor I was devastated. There was not much available on the market when it came to gluten free and what was available tasted horrible. I would drive 12km for a loaf of bread from the health food store that was heavy as a brick - so I started baking my own bread at home because everything on the market was inedible and had to be salvaged by the toaster.

I would drive 12km for a loaf of bread from the health food store that was heavy as a brick - so I started baking my own bread at home

Fast forward a decade and it’s a completely different story, the gluten free market has exploded as more people are discovering they cannot tolerate gluten or just choosing to eliminate it as part of a healthier eating plan.

My food is just beautiful food made from scratch. You would have no idea my rich lasagna, bouncy bread or moist cakes are gluten free.

Different gluten-free flours can deliver varying results. It's best to check the packet or brand website for suggestions on ratios when replacing wheat flour with gluten-free alternatives.

What are some of your favourite recipes from the new show, Loving Gluten Free?

I’m a carb lover so I’m going to have to say spaghetti with pork and veal meatballs, blueberry buckwheat pancakes and the triple chocolate cookies. We’ve also got some great lean and clean recipes too like my smoked trout and Asian slaw, and kale and pea socca with yoghurt tahini dressing. The show has a mix of nourishing mid-week dinners and indulgent treats and lots of options for people who are paleo, vegan or dairy free.

For me it’s all about balance, I generally follow the 80/20 rule when it comes to eating. I eat fairly clean during the week and I’m more indulgent on the weekends. That’s when the baking pans and cooking chocolate comes out!

Helen Tzouganatos and guest Daniel Wilson cooking on Loving Gluten Free.

What’s your best coeliac food hack?

My best coeliac food hack is finely grated potato with the moisture squeezed out. The potato can be used as a breadcrumb replacement in meatballs, making them incredibly fluffy, probably fluffier than a regular recipe with breadcrumbs.

My best coeliac food hack is finely grated potato with the moisture squeezed out.

What’s one ingredient you can’t live without in the kitchen?

Quinoa. It is just so versatile in a gluten free kitchen. I use quinoa flakes for crumbing chicken and fish and they are also great in porridge because they cook in a fraction of the time of regular quinoa, perfect for busy mornings. I have a beautiful 3-minute quinoa and chia porridge recipe which I’m making on the show, its really healthy and delicious.

I also love regular quinoa seeds in salads and tagines. Quinoa is much more nutritious than cous cous (which contains gluten) so use it in your tagines or as a replacement for rice and pasta if you are looking for a nutrient-dense alternative.

Could you tell us your favourite food of all time?

I’m Greek so I can’t go past a hearty baked lamb pastitsio on a cold winter day. I made this on the show and I scored major brownie points with the crew that day - it quickly vanished. It was never really a tough day in the office during filming.

Greek lamb pastitsio is Helen's favourite food.

If you had to choose between chocolate and cheese, which would you pick and why?

I love both but I would have to say chocolate, it is my number one vice. I’m a serious chocoholic. In my past corporate life I worked at Nestle and I loved eating warm Kit Kat’s off the production line, this was before I discovered I was a coeliac of course. I rarely drink but I certainly make up for it in cocoa fat and beans!

If you had to eat the cuisine of one country for the rest of your life, what would it be?

That’s like asking me to pick my favourite kid, not entirely fair. I’m obsessed with Greek, Italian, Chinese, Vietnamese, Mexican and Lebanese but if I had to pick one I would have to say Greek because it is so fresh and varied. There are beautiful clean vegetarian dishes featuring lentils like fakes and mouthwatering meat dishes like slow-cooked lamb shoulder with lemon potatoes. Greek food caters well to everyone from hardcore carnivores to vegans.

Extra-virgin olive oil is the foundation of Greek cooking and I just love it’s taste and health benefits. I’ve never been one to cook with lots of butter and cream, it is just not the Greek way. When I’m rushed I make a simple Greek salad for lunch with a drizzle of beautiful extra-virgin olive oil sent from my relatives in Greece and I’m more than satisfied.

What’s the best cooking tip you’ve ever received?

Season generously and at the correct stage. If you add salt too late in the cooking process you will never maximise flavour in your dishes so don’t forget to season that pasta water early, it’s your only chance to get it right!

Catch Helen Tzouganatos whipping up lush gluten-free meals in the brand new first series of Loving Gluten Free at 8:30pm Thursdays from 17 October to 19 December on SBS Food (channel 33), and later on SBS On Demand.


15 minutes with Loving Gluten Free host, Helen Tzouganatos

I’ve always been a passionate foodie and home cook so when I was advised to cut out gluten 12 years ago by my doctor I was devastated. There was not much available on the market when it came to gluten free and what was available tasted horrible. I would drive 12km for a loaf of bread from the health food store that was heavy as a brick - so I started baking my own bread at home because everything on the market was inedible and had to be salvaged by the toaster.

I would drive 12km for a loaf of bread from the health food store that was heavy as a brick - so I started baking my own bread at home

Fast forward a decade and it’s a completely different story, the gluten free market has exploded as more people are discovering they cannot tolerate gluten or just choosing to eliminate it as part of a healthier eating plan.

My food is just beautiful food made from scratch. You would have no idea my rich lasagna, bouncy bread or moist cakes are gluten free.

Different gluten-free flours can deliver varying results. It's best to check the packet or brand website for suggestions on ratios when replacing wheat flour with gluten-free alternatives.

What are some of your favourite recipes from the new show, Loving Gluten Free?

I’m a carb lover so I’m going to have to say spaghetti with pork and veal meatballs, blueberry buckwheat pancakes and the triple chocolate cookies. We’ve also got some great lean and clean recipes too like my smoked trout and Asian slaw, and kale and pea socca with yoghurt tahini dressing. The show has a mix of nourishing mid-week dinners and indulgent treats and lots of options for people who are paleo, vegan or dairy free.

For me it’s all about balance, I generally follow the 80/20 rule when it comes to eating. I eat fairly clean during the week and I’m more indulgent on the weekends. That’s when the baking pans and cooking chocolate comes out!

Helen Tzouganatos and guest Daniel Wilson cooking on Loving Gluten Free.

What’s your best coeliac food hack?

My best coeliac food hack is finely grated potato with the moisture squeezed out. The potato can be used as a breadcrumb replacement in meatballs, making them incredibly fluffy, probably fluffier than a regular recipe with breadcrumbs.

My best coeliac food hack is finely grated potato with the moisture squeezed out.

What’s one ingredient you can’t live without in the kitchen?

Quinoa. It is just so versatile in a gluten free kitchen. I use quinoa flakes for crumbing chicken and fish and they are also great in porridge because they cook in a fraction of the time of regular quinoa, perfect for busy mornings. I have a beautiful 3-minute quinoa and chia porridge recipe which I’m making on the show, its really healthy and delicious.

I also love regular quinoa seeds in salads and tagines. Quinoa is much more nutritious than cous cous (which contains gluten) so use it in your tagines or as a replacement for rice and pasta if you are looking for a nutrient-dense alternative.

Could you tell us your favourite food of all time?

I’m Greek so I can’t go past a hearty baked lamb pastitsio on a cold winter day. I made this on the show and I scored major brownie points with the crew that day - it quickly vanished. It was never really a tough day in the office during filming.

Greek lamb pastitsio is Helen's favourite food.

If you had to choose between chocolate and cheese, which would you pick and why?

I love both but I would have to say chocolate, it is my number one vice. I’m a serious chocoholic. In my past corporate life I worked at Nestle and I loved eating warm Kit Kat’s off the production line, this was before I discovered I was a coeliac of course. I rarely drink but I certainly make up for it in cocoa fat and beans!

If you had to eat the cuisine of one country for the rest of your life, what would it be?

That’s like asking me to pick my favourite kid, not entirely fair. I’m obsessed with Greek, Italian, Chinese, Vietnamese, Mexican and Lebanese but if I had to pick one I would have to say Greek because it is so fresh and varied. There are beautiful clean vegetarian dishes featuring lentils like fakes and mouthwatering meat dishes like slow-cooked lamb shoulder with lemon potatoes. Greek food caters well to everyone from hardcore carnivores to vegans.

Extra-virgin olive oil is the foundation of Greek cooking and I just love it’s taste and health benefits. I’ve never been one to cook with lots of butter and cream, it is just not the Greek way. When I’m rushed I make a simple Greek salad for lunch with a drizzle of beautiful extra-virgin olive oil sent from my relatives in Greece and I’m more than satisfied.

What’s the best cooking tip you’ve ever received?

Season generously and at the correct stage. If you add salt too late in the cooking process you will never maximise flavour in your dishes so don’t forget to season that pasta water early, it’s your only chance to get it right!

Catch Helen Tzouganatos whipping up lush gluten-free meals in the brand new first series of Loving Gluten Free at 8:30pm Thursdays from 17 October to 19 December on SBS Food (channel 33), and later on SBS On Demand.


15 minutes with Loving Gluten Free host, Helen Tzouganatos

I’ve always been a passionate foodie and home cook so when I was advised to cut out gluten 12 years ago by my doctor I was devastated. There was not much available on the market when it came to gluten free and what was available tasted horrible. I would drive 12km for a loaf of bread from the health food store that was heavy as a brick - so I started baking my own bread at home because everything on the market was inedible and had to be salvaged by the toaster.

I would drive 12km for a loaf of bread from the health food store that was heavy as a brick - so I started baking my own bread at home

Fast forward a decade and it’s a completely different story, the gluten free market has exploded as more people are discovering they cannot tolerate gluten or just choosing to eliminate it as part of a healthier eating plan.

My food is just beautiful food made from scratch. You would have no idea my rich lasagna, bouncy bread or moist cakes are gluten free.

Different gluten-free flours can deliver varying results. It's best to check the packet or brand website for suggestions on ratios when replacing wheat flour with gluten-free alternatives.

What are some of your favourite recipes from the new show, Loving Gluten Free?

I’m a carb lover so I’m going to have to say spaghetti with pork and veal meatballs, blueberry buckwheat pancakes and the triple chocolate cookies. We’ve also got some great lean and clean recipes too like my smoked trout and Asian slaw, and kale and pea socca with yoghurt tahini dressing. The show has a mix of nourishing mid-week dinners and indulgent treats and lots of options for people who are paleo, vegan or dairy free.

For me it’s all about balance, I generally follow the 80/20 rule when it comes to eating. I eat fairly clean during the week and I’m more indulgent on the weekends. That’s when the baking pans and cooking chocolate comes out!

Helen Tzouganatos and guest Daniel Wilson cooking on Loving Gluten Free.

What’s your best coeliac food hack?

My best coeliac food hack is finely grated potato with the moisture squeezed out. The potato can be used as a breadcrumb replacement in meatballs, making them incredibly fluffy, probably fluffier than a regular recipe with breadcrumbs.

My best coeliac food hack is finely grated potato with the moisture squeezed out.

What’s one ingredient you can’t live without in the kitchen?

Quinoa. It is just so versatile in a gluten free kitchen. I use quinoa flakes for crumbing chicken and fish and they are also great in porridge because they cook in a fraction of the time of regular quinoa, perfect for busy mornings. I have a beautiful 3-minute quinoa and chia porridge recipe which I’m making on the show, its really healthy and delicious.

I also love regular quinoa seeds in salads and tagines. Quinoa is much more nutritious than cous cous (which contains gluten) so use it in your tagines or as a replacement for rice and pasta if you are looking for a nutrient-dense alternative.

Could you tell us your favourite food of all time?

I’m Greek so I can’t go past a hearty baked lamb pastitsio on a cold winter day. I made this on the show and I scored major brownie points with the crew that day - it quickly vanished. It was never really a tough day in the office during filming.

Greek lamb pastitsio is Helen's favourite food.

If you had to choose between chocolate and cheese, which would you pick and why?

I love both but I would have to say chocolate, it is my number one vice. I’m a serious chocoholic. In my past corporate life I worked at Nestle and I loved eating warm Kit Kat’s off the production line, this was before I discovered I was a coeliac of course. I rarely drink but I certainly make up for it in cocoa fat and beans!

If you had to eat the cuisine of one country for the rest of your life, what would it be?

That’s like asking me to pick my favourite kid, not entirely fair. I’m obsessed with Greek, Italian, Chinese, Vietnamese, Mexican and Lebanese but if I had to pick one I would have to say Greek because it is so fresh and varied. There are beautiful clean vegetarian dishes featuring lentils like fakes and mouthwatering meat dishes like slow-cooked lamb shoulder with lemon potatoes. Greek food caters well to everyone from hardcore carnivores to vegans.

Extra-virgin olive oil is the foundation of Greek cooking and I just love it’s taste and health benefits. I’ve never been one to cook with lots of butter and cream, it is just not the Greek way. When I’m rushed I make a simple Greek salad for lunch with a drizzle of beautiful extra-virgin olive oil sent from my relatives in Greece and I’m more than satisfied.

What’s the best cooking tip you’ve ever received?

Season generously and at the correct stage. If you add salt too late in the cooking process you will never maximise flavour in your dishes so don’t forget to season that pasta water early, it’s your only chance to get it right!

Catch Helen Tzouganatos whipping up lush gluten-free meals in the brand new first series of Loving Gluten Free at 8:30pm Thursdays from 17 October to 19 December on SBS Food (channel 33), and later on SBS On Demand.


15 minutes with Loving Gluten Free host, Helen Tzouganatos

I’ve always been a passionate foodie and home cook so when I was advised to cut out gluten 12 years ago by my doctor I was devastated. There was not much available on the market when it came to gluten free and what was available tasted horrible. I would drive 12km for a loaf of bread from the health food store that was heavy as a brick - so I started baking my own bread at home because everything on the market was inedible and had to be salvaged by the toaster.

I would drive 12km for a loaf of bread from the health food store that was heavy as a brick - so I started baking my own bread at home

Fast forward a decade and it’s a completely different story, the gluten free market has exploded as more people are discovering they cannot tolerate gluten or just choosing to eliminate it as part of a healthier eating plan.

My food is just beautiful food made from scratch. You would have no idea my rich lasagna, bouncy bread or moist cakes are gluten free.

Different gluten-free flours can deliver varying results. It's best to check the packet or brand website for suggestions on ratios when replacing wheat flour with gluten-free alternatives.

What are some of your favourite recipes from the new show, Loving Gluten Free?

I’m a carb lover so I’m going to have to say spaghetti with pork and veal meatballs, blueberry buckwheat pancakes and the triple chocolate cookies. We’ve also got some great lean and clean recipes too like my smoked trout and Asian slaw, and kale and pea socca with yoghurt tahini dressing. The show has a mix of nourishing mid-week dinners and indulgent treats and lots of options for people who are paleo, vegan or dairy free.

For me it’s all about balance, I generally follow the 80/20 rule when it comes to eating. I eat fairly clean during the week and I’m more indulgent on the weekends. That’s when the baking pans and cooking chocolate comes out!

Helen Tzouganatos and guest Daniel Wilson cooking on Loving Gluten Free.

What’s your best coeliac food hack?

My best coeliac food hack is finely grated potato with the moisture squeezed out. The potato can be used as a breadcrumb replacement in meatballs, making them incredibly fluffy, probably fluffier than a regular recipe with breadcrumbs.

My best coeliac food hack is finely grated potato with the moisture squeezed out.

What’s one ingredient you can’t live without in the kitchen?

Quinoa. It is just so versatile in a gluten free kitchen. I use quinoa flakes for crumbing chicken and fish and they are also great in porridge because they cook in a fraction of the time of regular quinoa, perfect for busy mornings. I have a beautiful 3-minute quinoa and chia porridge recipe which I’m making on the show, its really healthy and delicious.

I also love regular quinoa seeds in salads and tagines. Quinoa is much more nutritious than cous cous (which contains gluten) so use it in your tagines or as a replacement for rice and pasta if you are looking for a nutrient-dense alternative.

Could you tell us your favourite food of all time?

I’m Greek so I can’t go past a hearty baked lamb pastitsio on a cold winter day. I made this on the show and I scored major brownie points with the crew that day - it quickly vanished. It was never really a tough day in the office during filming.

Greek lamb pastitsio is Helen's favourite food.

If you had to choose between chocolate and cheese, which would you pick and why?

I love both but I would have to say chocolate, it is my number one vice. I’m a serious chocoholic. In my past corporate life I worked at Nestle and I loved eating warm Kit Kat’s off the production line, this was before I discovered I was a coeliac of course. I rarely drink but I certainly make up for it in cocoa fat and beans!

If you had to eat the cuisine of one country for the rest of your life, what would it be?

That’s like asking me to pick my favourite kid, not entirely fair. I’m obsessed with Greek, Italian, Chinese, Vietnamese, Mexican and Lebanese but if I had to pick one I would have to say Greek because it is so fresh and varied. There are beautiful clean vegetarian dishes featuring lentils like fakes and mouthwatering meat dishes like slow-cooked lamb shoulder with lemon potatoes. Greek food caters well to everyone from hardcore carnivores to vegans.

Extra-virgin olive oil is the foundation of Greek cooking and I just love it’s taste and health benefits. I’ve never been one to cook with lots of butter and cream, it is just not the Greek way. When I’m rushed I make a simple Greek salad for lunch with a drizzle of beautiful extra-virgin olive oil sent from my relatives in Greece and I’m more than satisfied.

What’s the best cooking tip you’ve ever received?

Season generously and at the correct stage. If you add salt too late in the cooking process you will never maximise flavour in your dishes so don’t forget to season that pasta water early, it’s your only chance to get it right!

Catch Helen Tzouganatos whipping up lush gluten-free meals in the brand new first series of Loving Gluten Free at 8:30pm Thursdays from 17 October to 19 December on SBS Food (channel 33), and later on SBS On Demand.


Assista o vídeo: A Music Lovers Guide to Murdoch Mysteries (Dezembro 2021).